Usina da Mídia
EX-VEREADOR DE NATAL  MARCOS LUCENA, CHAMA POLICIAIS MILITARES DE FULEIROS

O ex-vereador pelo PT de Natal, Fernando Lucena, causou polêmica ao agredir verbalmente policiais militares do Rio Grande do Norte. Em vídeo que circulou nas redes sociais, o ex-vereador chama os agentes de segurança de “fuleiros” e sugere que policiais militares de nosso Estado poderiam atentar contra à sua vida, e que por isso, ela andava de carro blindado e que “passaria por cima” (atropelaria os policiais atentando contra vida dos mesmos) dos policiais militares.

A Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar do RN divulgou uma nota de repúdio contra as agressões sofridas pelo ex-político petista.

VEJA TRECHO DA NOTA:

“Esclarecemos ao cidadão (que não mais exerce o cargo de vereador) que a Polícia Militar é formada por valorosos e honrados homens e mulheres que saem todas as manhãs para proteger a sociedade mesmo com o risco da própria vida, e que não merecem ser alvos dessas críticas e acusações gratuitas e levianas.

Informamos ao nobre cidadão que a Polícia Militar não possui “cor” ou partido, se atendo apenas a desempenhar seu papel constitucional de proteger a sociedade por meio do policiamento ostensivo e manutenção da ordem pública, de modo que não aceitamos a politização rasteira de tão nobre categoria de servidores.

Destacamos também que, enquanto o nobre cidadão ameaça os policiais militares de atropelamento, saiba ele que a força policial de nosso Estado estará sempre à disposição para socorrê-lo de qualquer situação vivenciada, pois, diferentemente dele, a instituição Polícia Militar não alimenta ódio, estando sempre focada em servir e proteger a população.

NOTA CONJUNTA DAS ENTIDADES REPRESENTATIVAS DE PRAÇAS MILITARES DO ESTADO DO RN”

Fonte: Ismael de Souza


EDNA MELO É DE MACEIÓ, O MAIOR EXEMPLO DE AMOR A PROFISSÃO

Edna Melo trabalha no setor de serviços gerais do HGE (Hospital Geral do Estado), em Maceió. Há oito anos cuida da limpeza de uma área de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Hoje, essa UTI recebe pacientes com covid-19. No trabalho, Edna Melo limpa tudo: do chão às paredes, dos móveis ao banheiro e ainda alguns equipamentos, alguns deles só o pessoal da enfermagem mexe.

“Quando a covid-19 chegou por aqui fiquei com muito medo. Logo no começo de tudo você saber que vai lidar com pessoas doentes, com aquele vírus que você mal conhecia, dá medo. Mas pedi força a Deus”. Disse a funcionária Edna.